Anote e Pratique!

SEIS HÁBITOS QUE TORNAM O LÍDER DE CÉLULA BEM SUCEDIDO

1. VIDA DEVOCIONAL CONSISTENTE

Um dos pilares da experiência cristã é a vida devocional, isto é, o cultivo de uma relação de intimidade com Deus através da leitura bíblica e da oração. Na recomendação de Jesus Cristo, a vida devocional acontece no quarto de portas fechadas, no secreto, longe do público e das distrações.

Sabemos da importância dos frutos na vida cristã: fruto de arrependimento, fruto do Espírito e fruto de boas obras. Todavia, a parte mais importante de uma árvore é a raiz. A árvore pode ter um tronco magnífico e folhas viçosas, mas se a raiz estiver afetada, seus frutos serão ruins e ela pode até morrer. Pois a vida devocional é raiz que precisa estar coberta, no escuro, nas profundezas. Se ela é saudável, alimentando-se da seiva viva e bebendo dos mananciais de águas puras, então não precisamos nos preocupar com os frutos – eles, certamente, virão e serão bons.

2. VIDA FAMILIAR EQUILIBRADA

A Célula é um assunto também de família e isso significa aproximar a sua família a Deus. Nós precisamos alcançar os nossos familiares com o mesmo amor que Cristo nos alcançou. Precisamos ser exemplos de Filhos, Maridos e Esposas. Precisamos refletir a imagem de Cristo. Se você estiver passando por uma situação em sua família e não consegue dominar as suas moções e atitudes, isso precisa ser corrigido já!

Líder, Deus colocou algo de muito precioso em suas mãos, para que você cuide com muita sabedoria. Sua célula é sua família espiritual.

3. DESENVOLVIMENTO DE LIDERANÇA

Sim, é excitante liderar um grupo de célula. Mas, como será seu grupo quando você o deixar nas mãos de seu atual auxiliar (Multiplicação)? Ele continuará a existir ou terminará?  Você olhará para trás, para sua liderança, com alegria quando rever os grupos que você deixou pra trás, ou você ficará imaginando porquê tanto esforço resultou em tão pouco?

Quanto tempo você tem gastado desenvolvendo uma nova liderança. Você precisa entender. Para desenvolver uma nova liderança saudável, esforce-se em passar a visão. Não invente a roda! Apenas duplique aquilo que sempre deu certo.

4. CONVIDANDO PESSOAS

A maneira de levantar os futuros líderes de seu grupo é convidando pessoas para a reunião e continuar sempre convidando. A maioria dos líderes de célula ouvem as promessas bem intencionadas daqueles que falharam em continuar.

Não desista!

Líderes experientes entendem que devem convidar pessoalmente 25 pessoas para 15 dizerem que virão. Destes 15, entre 8 a 10 pessoas realmente aparecerão. Destes, 5 ou 7 frequentarão regularmente após uma semana ou mais. Não permita que a rejeição o desencoraje.  Líderes bem sucedidos não dependem de dois ou três comprometimentos verbais.  Eles convidam pessoas novas constantemente.

5. VISITAS

Se você deseja que sua célula cresça e se multiplique, uma chave fundamental para o evangelismo eficaz é o contato imediato com os visitantes. Quando alguém novo vier para o grupo, agende uma visita logo em seguida, envie uma mensagem ou pegue o contato e faça uma ligação. O ditado é verdadeiro: “As pessoas não se importam com o quanto você sabe, até que elas saibam o quanto você se importa.”

6. EVANGELISMO NATURAL

Você deseja atrair não-cristãos ao seu grupo? O evangelismo na célula não tem uma abordagem programática e limitada. Antes ,é um processo pessoal de compartilhar as Boas Novas sobre o perdão dos pecados e a nova vida em Jesus. Devido à atmosfera de intimidade e cuidado dos pequenos grupos, o evangelismo acontece naturalmente.

Os membros novos sentem-se livres para compartilhar quando percebem uma atmosfera de aceitação e de amor no grupo. A “atmosfera do grupo” é a forma mais eficaz de expor a verdade do evangelho a não-cristãos.

 

Fonte: Blog do Pr. Joel Comiskey

Cegueira

 

Materiais:

Vendas / Caneta / Papel A4 / Fita Colante

  • Você escreverá em cada folha de papel algo ruim que existe no mundo; ex: Drogas, Prostituição,  Corrupção, etc…
  • No outro lado escreva Jesus Cristo;
  • Vende os participantes;

  • Você vai grudar no peito de cada participante uma folha; (lembre-se que eles devem estar vendados e não podem ver o que está escrito no papel)
  • Você pode colocar um louvor agitado e pedir para eles caminharem pelo ambiente;
  • Encerre o louvor e coloque eles de frente um para o outro;
  • Peça para que eles tirem a venda;

Fechamento da dinâmica:

Ainda parados de frente um para o outro você dirá que no mundo andamos assim de forma encegueirada. Sem saber de fato para onde estamos destinados a ir. Acabamos nos encontrando com todos os tipos de mális, como  Drogas, Prostituição… Fale o nome de todos os que você colocou. Porém existe uma solução para nossas vidas, alguém que nos guiará, curando a nossa cegueira espiritual.

  • Peça para eles desgrudarem o papel do peito um dos outros e leiam o que está escrito:

JESUS CRISTO

 

 

Você já tem uma Lista de Alcance?

A Lista de Alcance é uma grande ferramenta para você convidar pessoas para a sua célula. Consiste em qualificar a sua lista de contatos, de forma a alcançá-los mais facilmente.

  • Faça uma lista com pessoas que você já convidou ou não para a sua célula;
  • Depois classifique essas pessoas.
    • Proximidade da Célula (PC);
    • Disponibilidade no Horário da Célula (DC);
    • Faixa Etária da Célula (FEC).

Exemplo de Lista

1)Mauricio Nunes – (PC), (DC), (FEC)     943224513

2) Camila Martins – (FEC)                             943165624

3) Ronaldo Souza – (PC), (FEC)                  942310153

O mais importante é que ele tenha a faixa etária da sua célula. Esse perfil fará com que você consiga qualificar os seus convites, fazendo você obter um maior êxito.

Obs: Antes de fazer o convite é bom que você já tenha se contactado com a pessoa, sabendo como ela está e o que está fazendo.  Se importe com as pessoas de verdade, não deixe elas perceberem que o interesse da sua ligação seja só para convidá-las para uma reunião; ainda que nós saibamos que isso pode mudar a vida delas, elas ainda não sabem disso.

Dica Importante: Envolve os membros de sua célula nessa atividade. Após fazer a sua lista, mostre para eles e peça que também façam a sua. 

Deus quer usar a sua vida e sua criatividade para ganhar uma geração de filhos para ELE!

Livro da Semana

O livro dessa semana é do nosso querido Pr. Valter Maia ( A Última Geração)

Se você almeja alcançar jovens e adolescentes e experimentar de vidas transformadas por Deus em seu ministério, este livro mostrará como fazer isso. A rede liderada por ele e sua equipe de líderes hoje tem mais de 370 células e uma frequência de 2500 pessoas nas celebrações.

A Última Geração consegue equilibrar muito bem a teoria e a prática, levando você a visualizar princípios que irão ajudá-lo na formação de uma base sólida para o desenvolvimento do trabalho com jovens.

Caça ao Tesouro

A Caça ao Tesouro é uma forma de evangelismo que pode ser realizada por uma ou mais células, e possui como vantagem o fato de ser realizada na própria igreja.

Acontece que algumas pessoas frequentam as reuniões na igreja porém ainda não frequentam uma célula. Assim, o objetivo é encontrar essas pessoas, que são os tesouros, e levá-las a conhecer a sua célula.

Para que mais pessoas sejam alcançadas, o ideal é que várias células estejam presentes no momento do evangelismo, que pode ser no final do culto. Assim, as pessoas podem ser direcionadas para a célula mais próxima de sua casa, ou para célula que melhor se encaixe, de acordo com sua faixa etária, por exemplo.

 

É muito importante que o grupo se reúna antes em um local privado, pode ser uma sala da igreja, por exemplo, e ore para que Deus envie seus tesouros!

Também é importante estar preparado para armazenar o contato das pessoas, seja no seu celular ou na sua agenda.

Se não se sentir à vontade para abordar alguém, apenas dê boa noite e pergunte se a pessoa já frequenta uma célula. Daí em diante tudo pode acontecer.

Que Deus abençoe sua vida e lhe ajude a praticar o evangelismo.

Paz!

 

 

A Quem Darei Meu Coração?

Texto Base: Provérbios  23:26: “Dá-me, filho meu, o teu coração, e os teus olhos observem os meus caminhos”

Introdução: Quem é digno de receber o nosso coração? Quem irá cuidar dele? A quem poderemos entregá-lo, tendo uma profunda tranqüilidade e paz ao sabermos que jamais viria a machucá-lo?

A nossa geração tem entregado sim o seu coração, porém para as coisas erradas. Para fontes não saudáveis e para pessoas que não são confiáveis. Vamos analisar três histórias sobre pessoas que deram o seu coração.

1 – A mulher samaritana deu o seu coração a relacionamentos passageiros.

– Jesus a levou a considerar o seu estado irregular: cinco maridos (Jo.4:16-18).
– Jesus oferece um relacionamento eterno
– Jesus a levou a um relacionamento com Deus

Aquela mulher sempre deu o seu coração a relacionamentos passageiros, mas agora, entrega o seu coração a um relacionamento eterno. Aquela mulher tinha um problema… Estava com “sede” (sedenta), mais estava procurando a fonte errada.

2 – O jovem rico entregou o seu coração às riquezas (Mt.19:16-30).

– Ele desejava a vida eterna, mas era apegado aos bens terrenos (Mt.19:16-22).
– Sua religiosidade o limitava (Mt.19:20).
– Seu coração estava preso às riquezas deste mundo (Mt.19:22).

Ele desejava a salvação, porém, estava apegado às riquezas que são transitórias, em detrimento da nossa maior riqueza, que é viver com Cristo por toda a eternidade. Às vezes sabemos onde buscar… Sabemos o que é certo! Sabemos o que devemos fazer! Porem preferimos aquilo que desagrada a Deus. Preferimos aquilo que nós faz bem, ou aquilo que gostamos, do que

3 – A mulher pecadora derramou seu coração aos pés de Jesus (Lc.7:37).

– Derramou o seu passado: vaso de bálsamo (Lc.7:37).
– Derramou o seu arrependimento: as lágrimas (Lc.7:38).
– Derramou o seu orgulho e vaidade: os cabelos que enxugam (Lc.7:38).

Conclusão: Então, dali, buscará ao Senhor teu Deus, e o acharás, quando o buscares de todo o teu coração e de toda a tua alma.

 

 

 

Quem é o Mestre?

Esta dinâmica pode ser realizada em células de adolescentes, jovens e adultos, e ajuda a promover a integração e o quebra gelo.

  • Forme um círculo e peça que os participantes escolham uma pessoa para ser o detetive, que deve sair do local;
  • Em seguida, devem escolher um mestre entre os membros que restarem;
  • O mestre é responsável por realizar os movimentos/mímicas e falar coisas;
  • Todos deverão imitar tudo que o mestre fizer ou disser;
  • O detetive volta para o local e tem 2 chances para acertar quem é o mestre.
  • Se possível coloque um música durante a dinâmica.

Moral: Quando tentamos observar muitos movimentos, ficamos perdidos e com dificuldades em encontrar a pessoa certa a seguir (Jesus).